Tratamento precoce ajuda pacientes com câncer de mama mais jovens

Em: Câncer de Mama

Pesquisadores divulgaram uma boa notícia sobre alguns dos mais difíceis cânceres de tratar, o câncer de mama. Estudiosos descobriram que o pré-tratamento em mulheres jovens com uma forma rara de câncer de mama pode ajudá-las a sobreviver com melhor qualidade de vida.

É um pouco raro para as mulheres jovens, mais novas que 35 anos, que tem câncer de mama terem esperanças de se livrar da doença e não morrerem com ela. Isso acontece especialmente porque elas são muito mais propensas do que as mulheres mais velhas a sobreviver a um tratamento do tipo de câncer chamado de câncer de mama triplo negativo.

câncer de mama

O estudo mostrou que o pré-tratamento, chamado de quimioterapia neoadjuvante, quando aplicado antes de uma cirurgia, melhorou muito a probabilidade de matar o tumor em uma mulher. A abordagem de pré-tratamento é usada em várias formas de câncer para diminuir e conter um tumor antes de um cirurgião operá-lo. É melhor trabalhar nas mulheres mais jovens portadoras do câncer do tipo triplo-negativo, e esta também é uma descoberta surpreendente.

Mulheres jovens com diagnóstico de câncer de mama são raras, e alguns dados indicam que seu prognóstico é pior do que para as mulheres mais velhas. Isso não é apenas porque os seus tumores tendem a ser mais agressivos, mas porque os tumores de mama que surgem em mulheres que são jovens parecem ser uma entidade especial biológica.

O câncer de mama é mais fatal e maligno que os demais por três causas: o hormônio estrogênio, outro hormônio chamado progesterona, ou um gene chamado receptor do fator de crescimento epidérmico humano 2 (HER2). O câncer de mama do tipo Triplo-negativo não é causado por nenhum desses hormônios e não reduz pelos muitos tratamentos com drogas específicas, que foram desenvolvidos para lutar contra os outros três de câncer mais comuns e mais leves.

Mulheres com câncer triplo-negativo precisam tomar  medicamentos de quimioterapia tóxicos e antiquados, com todos os seus efeitos colaterais desagradáveis. O câncer de mama do triplo-negativo é mais provável de atacar mulheres jovens. Elas não são diagnosticados da mesma maneira como as mulheres mais velhas são, com mamografias regulares, e muitas vezes os médicos não encontram os tumores até que tenham se espalhado.

O câncer de mama é o segundo tipo de câncer que mais mata mulheres, depois do câncer de pulmão. 

 

 

 

Deixe um comentário